Caso Klara Castanho

KLARA CASTANHO: Matheus Baldi se pronuncia após exposição de gravidez de atriz: "Não posso ser responsabilizado"; veja vídeos

Colunistas que expuseram o caso da atriz estão sendo criticados

Marilia Pessoa
Marilia Pessoa
Publicado em 29/06/2022 às 9:36 | Atualizado em 29/06/2022 às 11:25
Notícia
Reprodução/Internet
Matheus Baldi se pronunciou sobre o caso Klara Castanho - FOTO: Reprodução/Internet
Leitura:

Após a repercussão do relato de Klara Castanho sobre ter engravidado após sofrer um estupro, os colunistas que expuseram o caso (Léo Dias, Antônia Fontanelle e Matheus Baldi) estão sendo criticados.

Após Léo Dias, o portal Metrópoles e Antônia Fontanelle se pronunciarem sobre a exposição sofrida pela atriz, Matheus Baldi decidiu falar sobre a repercussão.

..

Anteriormente, Matheus havia publicado no Instagram que a atriz estaria escondendo a gravidez e os fãs haviam percebido. O colunista disse que a assessoria pediu que ele apagasse o post porque a situação era delicada.

Depois de um tempo, Léo Dias contou no programa de Danilo Gentili que havia uma atriz que carregaria um carma. Em seguida, a apresentadora Antonia Fontenelle fez uma live sem citar nomes. Ela chegou a fazer críticas contra a atriz e contra a doação do bebê gestado por Klara.

Veja o que disse Matheus Baldi sobre o caso Klara Castanho:

Matheus Baldi se pronunciou sobre o caso durante o programa 'Fofocalizando', do SBT, na última segunda-feira (27). A apresentadora Chris Flores pediu que o colunista se explicasse.

Ele disse que o fãs da atriz perceberam que ela poderia estar grávida. "Passado seis dias eu recebi uma ligação, que tinha provas de que a Klara estava grávida. Com essa certeza, eu mandei um e-mail para assessoria de imprensa [perguntando] se procedia", contou.

O colunista disse que a equipe da atriz não o respondeu e ele decidiu publicar sobre o assunto mesmo assim.

"Depois dessa publicação, meu telefone tocou, ela pediu pra eu apagar o post. Ela disse que não era tão simples quanto parece e terminou a ligação [dizendo] que não se tratava de uma gravidez comum. Ela foi vítima de um estupro e pediu para apagar", afirmou.

 

Em seguida, Matheus disse que não poderia ser responsabilizado porque nunca mais falou sobre o assunto. "Naquele momento, deixou de ser uma notícia, passou a ser um crime. Eu apaguei, nunca mais toquei nessa história. Não posso ser responsabilizado. Ali, essa história tinha acabado", completou.

"Eu tiro essa lição. [...] Peço perdão à Klara, à família dela. [...] Daqui para frente fica o aprendizado", finaliza.


Comentários

Mais Lidas