Balanço

Pernambuco é o terceiro estado do Brasil com mais mortes por coronavírus

País registra 941 mortes desde início de pandemia

Ana Maria Miranda e Agência Brasil
Ana Maria Miranda e Agência Brasil
Publicado em 10/04/2020 às 8:37
NOTÍCIA
Pixabay
FOTO: Pixabay
Leitura:

O número de mortes decorrentes do novo coronavírus (covid-19) no Brasil totalizou 941, segundo atualização divulgada pelo Ministério da Saúde nessa quinta-feira (9). O resultado marca um aumento de 17% em relação a quarta, quando foram registrados 800 óbitos. São Paulo concentra o maior número, com mais da metade do número de mortes (495). O estado é seguido por Rio de Janeiro (122), Pernambuco (56), Ceará (55) e Amazonas (40).

Além disso, foram registradas mortes no Paraná (22), Bahia (19), Santa Catarina (17), Minas Gerais (15), Distrito Federal (13), Maranhão (12), Rio Grande do Sul (12), Rio Grande do Norte (11), Goiás (7), Pará (sete), Paraíba (sete), Espírito Santo (seis), Piauí (seis), Sergipe (quatro), Alagoas (três), Mato Grosso do Sul (dois), Amapá (dois), Acre (dois), Mato Grosso (dois), Rondônia (dois) e Roraima (um).

Já o total de casos confirmados subiu para 17.857. O número representa um crescimento de 12% em relação à quarta-feira, quando o balanço do Ministério da Saúde marcou 15.927.

O número de casos novos em um dia foi de 2.210, novo recorde. O maior resultado até então havia sido o total acrescido na quarta, de 1.661 casos. O Brasil levou 17 dias para sair de um a 100 casos e 14 dias para ter mais 10 mil confirmados.

Números em Pernambuco

Em pronunciamento aos pernambucanos, o governador Paulo Câmara (PSB) evidenciou que os casos de coronavírus aumentaram cinco vezes dentro de uma semana no estado: no dia 2 de abril, eram 106 casos confirmados. Nesta quinta (9), o número subiu para 555. Com relação às mortes pela Covid-19, o aumento foi ainda mais significativo no período: os óbitos subiram de nove para 56 em sete dias.

Através de um vídeo, Paulo Câmara pediu que a população não viaje no feriado de Páscoa, que começa nesta sexta-feira (10), conhecida pelos cristãos como Sexta-Feira Santa. O governo está receoso que viagem intermunicipais façam com que a doença se espalhe por cidades do interior.

"Não viajem nesse fim de semana, nesse feriado de Páscoa. O maior ato de responsabilidade que pode ser feito nesse momento é permanecer em casa. Use a tecnologia para falar com os parentes, amigos, todos aqueles que vocês queiram", destacou.

Uma das principais medidas recomendadas pelas autoridades de saúde para evitar a disseminação do coronavírus é o isolamento social. O governador pediu compreensão e agradeceu às pessoas que já estão cumprindo as medidas restritivas de circulação de pessoas.

Perfil dos mortos no Brasil

No total no Brasil, foram 141 novas mortes entre a quarta e a quinta, um novo recorde. Na quarta foram 133 novos óbitos, na terça haviam sido 114 e na segunda-feira, 67. No tocante ao perfil, 41% das vítimas fatais eram mulheres e 59% eram homens.

Quanto à idade, 77% tinham menos de 60 anos. Na semana passada, eram 90%. Já em relação às complicações associadas à morte, 336 dos pacientes tinham alguma cardiopatia, 240 diabetes, 82 apresentavam alguma pneumopatia e 55 apresentavam alguma condição neurológica.

Até o dia 8 de abril, foram registrados 34.905 hospitalizações por Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) no país. Desse total, 3.416 foram de casos confirmados para covid-19.

Regiões

O MS passou a disponibilizar a incidência (número de casos proporcional a 100.000 habitantes) não somente em estados, mas em regiões. As com índice maior são Fortaleza (43,9), São Paulo (40,4), Manaus e Alto Rio Negro (28,1), Distrito Federal (16,9), Área Central, no Amapá (16,8) e Laguna (SC).

Na comparação por estados, os com maior incidência por 100.000 habitantes foram Amazonas (19,1), Distrito Federal (16,7), São Paulo (14,5), Ceará (14,1), Amapá (12,4) e Rio de Janeiro (11,2). Todas essas unidades da Federação pelo menos 50% acima da média nacional, que ficou em 7,5 pessoas infectadas por 100.000 habitantes.

Mais Lidas