Datas comemorativas

Dia do Nordestino: Região é considerada um dos maiores painéis culturais do país

Data é comemorada nesta sexta

NE10 Interior
NE10 Interior
Publicado em 08/10/2021 às 15:52
NOTÍCIA Notícia
Reprodução/TV Jornal Interior
Dia do Nordestino: Região é considerada um dos maiores painéis culturais do país - FOTO: Reprodução/TV Jornal Interior
Leitura:

O Dia do Nordestino é comemorado nesta sexta-feira (8). A data celebra a cultura da região, que se expressa de diversas maneiras, seja através da literatura, da música, do artesanato, da culinária e muito mais.

..

O Nordeste é a segunda região mais populosa do Brasil, formada pelos estados Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Piauí, Pernambuco, Rio Grande do Norte e Sergipe. Cada um deles com as suas singularidades, mas que contribuem juntos para a riqueza cultural.

"O Nordeste é o maior painel cultural do Brasil por diversos fatores. Como por exemplo, o próprio fato histórico de que o Brasil nasceu a partir do Nordeste, quando Cabral chegou lá em Porto Seguro no ano de 1500. A partir dali houve uma semente cultural na nossa região que se multiplicou em diversos estilos. Seja na música, seja na literatura, seja nas artes plásticas, nós temos gigantes em todos os temas da cultura. É uma marca essencialmente nordestina, que cabe exatamente a comemoração no dia 8 de outubro", explica o historiador José Urbano.

Para quem morou no Nordeste por muitos anos e se mudou para fora do país, a saudade é grande. Afinal, não é fácil encontrar elementos da cultura da região em terras tão distantes, como, por exemplo, as comidas típicas.

Terra do forró, axé e piseiro: pluralidade de ritmos é sinal da multiculturalidade do Nordeste

Como surgiu o Dia do Nordestino? Conheça a história por trás da data

Presente em peças de vestuário e acessórios, o Couro é destaque para desenvolvimento econômico do Nordeste

"Moro na Irlanda há 12 anos. Morando fora há tanto tempo, a saudade do Nordeste só aumenta. A saudade do carnaval, do São João, das praias e também a saudade da culinária, do nosso cuscuz, do escondidinho de charque, macaxeira. Eu já tentei achar aqui o cuscuz, mas não é igual", conta psicoterapeuta Wellida Lacerda.

A influencer Juliana Malta mora há cinco anos em Nova York e sente falta da proximidade com as pessoas da região. "Posso dizer que sinto muita falta da comida, do calor humano do nosso povo, de estar junto da nossa cultura, de se reconectar com as nossas raízes", afirma.

Como fazer cuscuz nordestino? Aprenda a fazer receita que conquista gerações

Conheça as principais expressões faladas no Nordeste

Veja a reportagem completa:

Comentários

Mais Lidas