menu

"Acreditem na gravidade da situação", apela secretário de Saúde de PE após primeira morte por coronavírus

Estado confirmou nesta quarta-feira o primeiro óbito pela doença

André Longo apresentou a atualização do cenário do coronavírus no Estado
Secretário estadual de Saúde de Pernambuco, André Longo (YACY RIBEIRO/JC IMAGEM)

O secretário estadual de Saúde de Pernambuco, André Longo, fez um apelo à população nesta quarta-feira (25) após a primeira morte pelo novo coronavírus (Covid-19) ser confirmada no Estado.

"Acreditem na gravidade da situação e sigam as orientações do Governo do Estado. Cada um de nós tem a opção de escolher ser um agente de proteção ou de transmissão", afirmou.

Para ele, o óbito só reforça a necessidade de ficar em casa e seguir as orientações das autoridades sanitárias e especialistas "que têm tratado esta questão com a importância e responsabilidade que ela merece".

André Longo afirmou ainda que ficar em casa significa salvar vidas: "O momento exige consciência e responsabilidade de todos". A primeira vítima fatal do coronavírus em Pernambuco foi um idoso de 85 anos que morava no Recife e tinha diabetes, hipertensão e cardiopatia isquêmica.

A fala de Longo é uma resposta ao pronunciamento do presidente da República, Jair Bolsonaro, que na noite de terça-feira (24) voltou a comparar o coronavírus a uma "gripezinha" e um "resfriadinho", mesmo a doença já tendo provocado mais de 15 mil mortes em todo o mundo. O presidente defendeu ainda que seja realizado isolamento vertical, categoria em que apenas os idosos acima de 60 anos e outras pessoas do grupo de risco ficariam em isolamento domiciliar. Ele disse ainda que o comércio e as escolas deveriam reabrir para impedir maiores impactos econômicos.

Tratamento do idoso

O homem apresentou os primeiros sintomas da doença na última quarta-feira (18) e foi internado no Hospital Universitário Oswaldo Cruz (Huoc) na sexta (20).

Com quadro de febre, tosse seca e dificuldade para respirar, além de dor toráxica, o idoso recebeu tratamento com antibiótico e o antiviral oseltamivir (tamiflu) e chegou a apresentar melhora no quadro respiratório e infeccioso, mas teve piora na função renal.

Procedimento de risco para pessoas acima de 80 anos, a diálise foi iniciada nessa terça (24) e o idoso acabou sofrendo uma parada cardiorrespiratória. Foram realizadas tentativas de reanimação, mas ele não resistiu e morreu.

Mais quatro casos confirmados

Além da primeira morte, o Estado confirmou mais quatro casos da doença, e agora registra 46 casos de coronavírus. Os casos estão distribuídos em seis municípios: Recife, Jaboatão dos Guararapes, Olinda, Caruaru, Belo Jardim e Petrolina. O número de casos por cidade não foi informado. Foram registrados ainda casos de outro estado (1) e outros países (3).

Dos confirmados, 10 pacientes estão hospitalizados (7 na rede privada e um na rede pública), 30 cumprem isolamento domiciliar e cinco foram curados. Da segunda para a terça não havia sido registrada nova confirmação de transmissão pelo vírus.

No balanço divulgado pelo Ministério da Saúde na terça (24), o coronavírus já tinha provocado 46 mortes e registrava 2 mil casos em todo o Brasil. Os números mais atualizados serão tornados públicos pela pasta no fim da tarde desta quarta.