Doença

Deputado pede que São João não tenha fogueiras por causa do coronavírus

Pastor Cleiton Collins acredita que pessoas em recuperação podem ser prejudicadas

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 10/04/2020 às 9:34
NOTÍCIA
Reprodução/TV Jornal
FOTO: Reprodução/TV Jornal
Leitura:

O deputado estadual Pastor Cleiton Collins (PP) pediu ao Governo de Pernambuco a suspensão das fogueiras do período junino. O motivo é a pandemia do novo coronavírus, que tem entre os sintomas a falta de ar e pode evoluir para uma Síndrome Aguda Respiratória Grave (Srag). O pedido foi feito nessa quinta-feira (9).

> Ainda não há definições sobre o São João de Caruaru, diz prefeitura

> São João 2020 de Campina Grande é adiado devido ao coronavírus

> Veja quais são os sintomas do coronavírus e como fazer a prevenção

De acordo com o deputado, a fumaça pode prejudicar as pessoas que estiverem infectadas ou em recuperação. "O coronavírus atinge a parte pulmonar, a parte de respiração, e isso pode agravar a saúde de muitas pessoas. É por pouco tempo, não tem nada a ver com religião. Respeito a tradição, respeito a cultura pernambucana, mas é uma questão realmente de saúde", justificou.

As fogueiras são realizadas tradicionalmente na véspera dos dias de Santo Antônio, São João e São Pedro. Ou seja, nos dias 12, 23 e 28 de junho, respectivamente. O pastor disse ainda que é preciso que haja alguma ajuda do Governo para os lenhadores que tiram o sustento da venda de toras de madeira usadas nas fogueiras.

São João adiado em algumas cidades

Algumas cidades da região Nordeste já decidiram adiar as festas juninas por causa da pandemia de coronavírus. Uma delas é Campina Grande (PB), que tem uma das maiores festas do Brasil. Já Caruaru, no Agreste pernambucano, que também disputa o título de maior festa do País, ainda não tomou a decisão de suspender ou cancelar. Em Petrolina, no Sertão do estado, a festa foi adiada por tempo indeterminado. O evento de Santa Cruz do Capibaribe também foi suspenso.

Mais Lidas